sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Alice no país da Biologia movimentou o estande da URI na Feira do Livro

     Quem passou pela 13ª Feira do Livro no sábado, nos dias 25 e 26 de novembro, não pode deixar de notar a personagem “Alice no País da Biologia”, no estande da URI-Campus de Santiago. Uma menina caracterizada de Alice convidou as crianças que por ali passaram para visitar o espaço lúdico, organizado com desenhos da personagem e materiais para pintura.
A bela menina chamou a atenção de todos, abordando os visitantes para fazer a entrega de papel semente e materiais institucionais.
Para os leigos no assunto, pode-se dizer de uma forma simplificada que o papel semente, ao ser plantado, germina flores, ervas medicinais, temperos, dentre outros, devido às sementes certificadas e de alto índice germinativo inseridas em sua composição, cumprindo-se aí a responsabilidade social pós-consumo. Diferentemente dos demais papéis, não é descartado como lixo após sua utilização, e sim, eliminado de maneira ambientalmente adequada.
Essa foi uma belíssima iniciativa do Curso de Ciências Biológicas da URI.







quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Sexualidade em foco: Você decide o que vamos discutir!

         Projeto de extensão lança sua terceira enquete em seu blog oficial. O Projeto de Extensão “Ciências Biológicas da URI: Sentinella informando a comunidade” lançou essa semana a TERCEIRA enquete que dará elementos temáticos para a elaboração dos artigos informacionais que serão apresentados nesse editorial:
          A grande novidade desta edição é a constituição de um tema gerador: Sexualidade e suas ramificações, como segue na enquete abaixo:
Discuções sobre sexualidade, vote no assunto de seu interesse:
TEMA 01: Controle de Natalidade.
TEMA 02: Doenças sexualmente transmissíveis (DST, HIV).
TEMA 03: Homossexualidade.
TEMA 04: Bissexualidade.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

XI Semana Acadêmica do Curso de Ciências Biológicas da URI - Campus Santiago

 O Biólogo inserido na biodiversidade!
            Aconteceu, de 31 de outubro a 5 de novembro, nas dependências do Salão de Atos da Universidade, com ampliação de ações formativas em práticas orientadas no Capejar, no município de Jaguari para levantamento de Flora, Fauna e Monitoramento de Águas. Uma semana inesquecível, quantas aprendizagens, e com gente de larga experiência no tocante as discuções eleitas.
Confira:
Título: Tráfico de Animais Silvestres
Palestrante: Major Wladimir Fernando Dalla Costa Ribas
Título: Tubarão: Vilão ou Mocinho
Palestrante: Sherida Pinheiro de Mesquita
Título: Moluscos Fósseis e atuais da bacia hidrográfica do Rio Ibicuí, RS
Palestrante: Alcemar Martello
Título: Bioinformática
Palestrante: Caroline Bacelar Hauschild
Título: Biologia Marinha
Palestrante: Karine Delevati Colpo
Título: Cultivo de tecidos e células vegetais in
vitro
Palestrante: Daiane Silva Lattuada
Título: Licenciamento Ambiental
Palestrante: Jaqueline Frasson Martins
Título: Estudo da Família Bromeliaceae
Palestrante: Mariane Paludett Dorneles
I Mostra Cientifica do Curso de Ciências Biológicas


E como diz o poeta, para encerrar esse Editorial, quem viveu estes momentos não esquece jamais.

       

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

SIIC, emoções eu vivi...

            As instituições, na otimização de seus bens e serviços, assim como as pessoas, possuem aspectos próprios, identitários, como por exemplo: a visão, a missão, entre outras matrizes  filosóficas que as distinguem umas das outras. A maneira como se adaptam às mudanças, como  satisfazem seus beneficiados, lidam com seus colaboradores, seus valores e crenças  - tudo  compõe um painel que cartografa uma Organização. Partindo da configuração posta o Curso de  Ciências Biológicas da URI - Campus de Santiago em parceria com o Jornal O Sentinella, com  sede em São Francisco de Assis/RS, através de seu proprietário e diretor Jéferson Martins,  acadêmico do referido Curso se propôs a assessorar o Meio de Comunicação em xeque na  construção de um leiaute que promova reflexões acerca da Educação Sustentável, sendo que  após estudo foi criado e aprimorado um espaço editorial com informações na área de Meio  Ambiente e Sustentabilidade partindo de pesquisas que foram e estão sendo realizadas pelo  próprio Jornal junto aos seus assinantes através do blog projbio.blogspot.com, a qual está  ofertando suporte para que a comunidade possa sugerir assuntos para serem publicados  partindo da necessidade dos múltiplos cenários que o meio de comunicação abrange, sendo que  os professores proponentes, cita-se: professor Rodrigo Dalosto Smolareck ( coordenador) e  professora Ana Sapper Biermann ( vice-coordenadora), junto com o bolsista acompanham e se  responsabilizam pelos dados informacionais.
      Estima-se pelos acessos e pela intervenção nas  enquetes que essa ação extencionista atinja, entre os meses de maio a junho, um grupo de 910  sujeitos de maneira direta, não contabilizando outras modalidades de contato. O Curso Ciências  Biológicas da URI - Campus de Santiago busca atender as necessidades informacionais da  comunidade local e regional mapeadas por pesquisa, atentando para sua vocação institucional  enquanto foco comunitário. 

                                                    


     

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Diretório Acadêmico de Ciências Biológicas

O que é um Diretório Acadêmico?
                É um movimento instituído que representa os estudantes de um  dado Curso de nível superior.  Suas funções são diversas. Algumas delas são: a organização de atividades acadêmicas extracurriculares, debates, discussões, palestras, semanas temáticas, recepção de calouros e realização de projetos de extensão, encaminhamento, mobilização e organização de reivindicações; mediação de negociações e conflitos individuais e coletivos, realização de atividades culturais como feiras, festivais diversos, entre outros.
Qual a sensação de representar, todo o corpo de acadêmicos do Curso de Ciências Biológicas?
                A sensação é de grande responsabilidade em representar todos os acadêmicos do Curso, ficamos orgulhosos em saber estes confiaram na serenidade de nossas propostas de gestão, que acreditaram em nosso trabalho e no compromisso com os interesses do Curso.
Quais são as principais metas para o período desta Gestão?
                O Diretório Acadêmico tem como metas para esta gestão, trazer melhorias de ordem material para o Curso, assim como promover uma maior integração entre os nossos acadêmicos. Para tanto estamos buscando convênios e parcerias com empresas da região. Também buscamos pela primeira vez redigir um projeto que buscará recursos externos e possibilitará aos nossos acadêmicos mais uma ferramenta para estudos e trabalhos de graduação.
Como percebem a profissão de biólogo diante deste novo cenário profissional?
                O cenário atual que se desenha exige profissionais dinâmicos, capazes de atender as demandas institucionais da escola e também dar suporte técnico no campo do técnico-biólogo, portanto este profissional deve estar sempre e constantemente atualizado.
Como é fazer parte da URI – Santiago?
                Ser acadêmico da URI, do Curso Ciências Biológicas, tem proporcionado muitos momentos de alegria, pois  a URI é uma universidade que caminha para os novos tempos e nos desafia a oferecermos o melhor de nós mesmos no Curso onde estudamos.



   

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Como você se sente sendo aluno do Curso de Ciências Biológicas?

    “Como acadêmico do Curso de Ciências Biológicas, sinto-me diante de um grande desafio, pois o momento atual em que vivemos revela-se cheio de questionamentos provocativos acerca de nossa própria existência. Num momento são nossas escolas sempre carentes de material, equipamentos ou pessoas gabaritadas e reconhecidas em seu espaço, onde se tenta a todo o custo desempenhar o seu papel de educador da melhor forma possível, temos em um segundo momento o desafio de agir em favor da vida, do desenvolvimento sócio econômico das pessoas, por outro lado temos, também diante de nós o desafio de favorecer com propostas concretas e fundamentadas: o equilibrio entre produção e preservação ambiental.”                                                                                                                                                     ''Jerleison Natividade Siati (Acadêmico do Curso de Ciências Biologias URI-Campus de Santiago e bolsista do projeto intitulado: Desenvolvimento da Piracanjuva, alimentadas por diferentes fontes proteicas.)''


“Primeiramente me sinto muito feliz, pois é o Curso que eu queria desde criança, adoro tudo que envolve as Ciências Biológicas e também, sempre tive ótimos professores desde o ensino fundamental em minha escola. Penso que é um ótimo Curso para aqueles que gostam de investigar a vida profundamente, sempre estamos buscando mais. Para quem gosta de aventuras tem que vir para o Curso de Ciências Biológicas da URI.”
Thamires Caolbek (Acadêmica do Curso de Ciências Biológicas URI-Campus de Santiago)




“Me sinto vitoriosa, pois fazer Biologia é a realização de um sonho. Ser acadêmica de Ciências Biológicas tem me proporcionado muitos momentos de alegria, pois é um Curso que nos ensina muitas coisas sobre o mundo. Na Biologia pude aprender o grande papel que tanto o biólogo técnico quanto do professor de Ciências Biológicas na sociedade.

Vanessa Sala Medeiros (Acadêmica do Curso de Ciências Biológicas e Presidente do Diretório Acadêmico URI - Campus de Santiago)






            O Curso de Ciências Biológicas vem cumprindo um papel extremamente importante na região, considerando a importância do mesmo na formação de professores para o ensino das Ciências Naturais e Biologia, no ensino fundamental e médio.
            É importante ressaltar que a universidade dispõe de um corpo docente com formação e experiência em pesquisa, além da infra-estrutura necessária referente aos laboratórios, de fundamental importância para a garantia da qualidade de ensino.
          A Licenciatura em Ciências Biológicas da URI tem formado professores para atuação em Biologia e Ciências na rede de ensino pública e privada, porém hoje há necessidade na região, de profissionais da área de Ciências Biológicas, habilitados para atuação em outros espaços, além dos escolarizados.

Fonte: PPP - Departamento de Ciências Biologicas - URI Santiago


‘’Os que se encantam com a prática sem a ciência são como os
timoneiros que entram no navio sem timão nem bússola, nunca
tendo certeza do seu destino.’’
(Leonardo da Vinci)

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

           A URI tem como missão formar pessoal ético e competente, inserido na comunidade regional, capaz de construir o conhecimento, promover a cultura, o intercâmbio,  a  fim  de  desenvolver  a  consciência  coletiva  na  busca  contínua  da  valorização  e  solidariedade humanas.
          Com o objetivo principal de vivenciar esta missão, a URI realizará o Seminário de  Iniciação Científica,  o  Seminário  de  Integração  de  Pesquisa  e  de  Pós-Graduação e o Seminário  de Extensão. Durante estes eventos que reunirão pesquisadores, pós-graduandos e acadêmicos bolsistas da sua e de outras IES, haverá apresentação, reflexão  e  discussão  de  relevantes  temas  das  diferentes  áreas  de conhecimento.  Espera-se, com isto, que a Pesquisa se dissemine por todos os cursos da URI  e  alcance, gradativamente,  padrões  nacionais  e  internacionais;  que  a  Extensão  cresça  em  seu  relacionamento  com  a pesquisa e o ensino, e que, verdadeiramente,  repercuta na  formação dos acadêmicos e na sociedade com a qual está comprometida.

(Relise extraída do site oficial da URI – Santo Ângelo)

E, adivinhem quem marcará presença  neste grande evento universitário?
        O acadêmico pesquisador que redige este editorial levando consigo, para apreciação junto a este Seminário o Projeto: ‘’Ciências Biológicas da URI: Sentinella informando a comunidade”.
    A prova real de NOSSO COMPROMISSO COM O CONHECIMENTO E COM A COMUNIDADE!




Comunicado! 02/2011

Comunica-se, oficialmente, que este editorial atentado para a Data Comemorativa de 20 de Setembro, reserva-se este esforço para recolher-se de pronunciamentos pertinentes ao Projeto de Extensão.

‘’O mundo tornou-se perigoso, porque os homens aprenderam a dominar a natureza antes de se dominarem a si mesmos.
Albert  Schweitezer 

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Ciências Biológicas da URI vivendo o civismo

                 O curso de Ciências Biológicas da URI – Campus Santiago se fez representar no Desfile Cívico do dia 7 de setembro no espaço destinado a Universidade.
                Confesso que, por força maior, não estive vivendo este impar momento, mas as noticias que me chegaram foram de muita integração, rica representatividade, singular sensibilidade e o mais alto espírito cívico. Que bom é poder sentir que meus colegas de jornada assumiram neste importante momento: a civilidade que trazem com sigo.
                E por falar em civilidade, penso que honrar a Mãe Pátria extrapola apenas o cumprimento ritualizado de um desfile de 7 de setembro, pois este dia é a revelação de todos os exercícios humanos que vamos fazendo ao longo de nossa vida para qualificar nossas atitudes quando o assunto é a promoção da pessoa e o resguardo do Planeta.
                Soube que a NOSSA URI fez bonito na avenida, o que me orgulha é saber que meu Curso estava lá, marcando presença, dizendo, através de sua representação que somos e estamos para vida em comunidade.



''Plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar, que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valore que você tem valor diante da vida!''
(William Shakespeare)

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Áreas degradadas: Pensando em ações preventivas!

              Em termos gerais, qualquer alteração causada pelo homem no ambiente, em última análise, se configura em algum tipo de degradação ambiental. Define-se degradação ambiental, como sendo “as modificações impostas pela sociedade aos ecossistemas naturais, alterando (degradando) as suas características físicas, químicas e biológicas, comprometendo, assim, a qualidade de vida dos seres humanos.”
             As áreas degradadas, “arranhadas” pela intervenção humana ofertam ao profissional biólogo o desafio de criar estratégias para recuperação e minimização dos impactos assistidos. Minha preocupação é justamente em pontuar a ideia de sermos preventivos e não curativos face ao ambiente.
Pensar na economia solidária, em agricultura familiar, na coleta seletiva e responsável do lixo, e ainda nos estudos técnicos antes de qualquer ação humana em espaços ricos em biodiversidade são posturas promissoras neste âmbito.
               Parece que falta-nos certa consciência do que realmente estamos fazendo de NOSSA CASA UNIVERSAL a qual tem rogado por políticas públicas voltadas a proteção e ao resguardo da biodiversidade e mais... e talvez o mais simples...nossa postura responsável e ética diante da Mãe Terra que gentilmente no cede espaço para nos constituirmos como seres humanos. 

 "Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da Criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar seu semelhante" (Albert Schweitzer)

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Seminário de Trânsito: Pensando nas areas que direcionam a mobilidade humana



           A URI- Campus de Santiago através de seu Departamento de Extensão promoveu no dia 26 de agosto, o I Seminário Regional de Instrutoria de Trânsito – Ênfase em Caracterizações legais e éticas do profissional. O evento contou com a parceria efetiva na constituição e também no desdobramento do referido da Polícia Rodoviária Estadual, 1ª Bda C. Mec, DETRAN/RS, CFC Direção Segura, Escola da URI, Divisão de Trânsito de Santiago e ainda Delegacia Regional de Trânsito, espaços efetivos que garantiram o sucesso do seminário.
              A abertura dos trabalhos deu-se pelo pronunciamento do Diretor Geral da Universidade, Professor Francisco Assis Gorski, o qual projetou a importância da formação continuada diante das novas diretrizes propostas pela legislação de trânsito e o papel da URI enquanto universidade comunitária neste sentido.
           Resalto a grandeza dessa atividade por desenhar reflexões a cerca da mobilidade humana, pois trânsito nos remete a ideia de transcitar, ‘’tomar passagem, numa abordagem muitidisciplinar, então, fala-se da Biologia, Arquitetura, Direito, Administração e outras tantas areas. 
          Voltando...o seminário contou com três importantes momentos: a Formação em Foco, Relatos de Experiências em Educação no Trânsito e a Escolinha de Trânsito voltada ao público infantil, projetada dentro do campus em ação conjunta da Polícia Rodoviária Estadual e a Escola da URI. O evento agregou um público significativo, profissionais da área ou afins e mobilizou caravanas de outros municípios que vieram para viverem um dia de discussão dos desafios face à Educação no Trânsito.
                                   

Lembrando... 3 de Setembro/ dia internacional do Biologo
‘’Elucidar a VIDA e sua diversidade, cuidar do meio
ambiente e da saúde, pesquisando e educando com ética e
dedicação, contribuindo para sustentabilidade
socioeconômico, ambiental e cultural de nosso pais.’’
(Adria Lourenço)


quarta-feira, 24 de agosto de 2011

PROJETO DE EXTENSÃO LANÇA SUA SEGUNDA ENQUETE EM SEU BLOG OFICIAL


              O Projeto de Extensão “Ciências Biológicas da URI: Sentinela informando a comunidade” lançou essa semana a segunda enquete que dará elementos temáticos para a elaboração dos artigos informacionais que serão apresentados nesse editorial: escritos pela supervisão da coordenação do referido, bem como, dos professores das áreas de discussão eleitas pelos apontamentos dos internautas que acessarem o blog e votarem, estes, servirão de suporte para iniciativas sustentáveis.
              A periodicidade da apresentação dos temas para a votação será de caráter quinzenal para que se faça a construção, a partir de levantamento de estudos acadêmicos, do artigo referente ao assunto eleito.
VOTE NO ASSUNTO DE SEU INTERESSE E VEJA NESSE BLOG ESPECIALISTAS
FALANDO SOBRE OS REFERIDOS:
TEMA 01: Licenciamento Ambiental
TEMA 02: Recuperação de áreas degradadas
TEMA 03: Ecopedagogia
TEMA 04: Catástrofes ambientais



As palavras só têm
sentido, se nos ajudam a
ver o mundo melhor.
Aprendemos palavras
para melhorar os olhos
(Rubens Alves)

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

AGRICULTURA FAMILIAR GERANDO RENDA: ALGUNS DIÁLOGOS!


“Entende-se por agricultura familiar o cultivo da terra realizado por pequenos proprietários rurais, tendo como mão-de-obra essencialmente o núcleo familiar (...)”
Fonte: Wikipédia.

MAS VEJA O QUE DIZ SEU SILVA PRODUTOR RURAL:
“A agricultura que fazemos aqui no nosso chão é resultado do trabalho de toda a família, todos assumem tarefas, e juntos, sempre olhando para a Mãe Terra vamos cultivando nossas hortaliças e outras coisas mais.”

JÁ OS ESPECIALISTAS... Alberto Duque Portugal consultor da EMBRAPA:
“Desenvolver a agricultura familiar é reconhecer o aspecto desafiante, é fazer tudo isto em uma velocidade compatível com o processo de transformação que ocorre no Brasil e no mundo caracterizado por um mercado globalizado, aberto e competitivo.”

Eu, Jeferson, devoto de Leonardo Boff com ele me somo:
“A sensação de pertencimento a Terra não se inicia na idade adulta e nem por um ato de razão. Desde a infância, sentimo-nos ligados com algo que é muito maior do que nós. Desde criança nos sentimos profundamente ligados ao Universo e nos colocamos diante dele num misto de espanto e de respeito. E, durante toda vida, buscamos respostas ao que somos, de onde viemos, para onde vamos, enfim, qual o sentido da nossa existência. É uma busca incessante e que jamais termina. A educação pode ter um papel nesse processo se colocar questões filosóficas fundamentais, mas também se souber trabalhar ao lado do conhecimento essa nossa capacidade de nos encantar com o Universo.”
Ser sustentável é então, “ler o Universo”...

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

E o segundo semestre chegou... e lá vai este acadêmico de Ciências Biológicas



           O segundo semestre na URI- Campus Santiago, de forma mais próxima no Curso de Ciências Biológicas teve início com um clima de muito desejo pelo reencontro, afinal muitos de nós acadêmicos voltamos a nos ver só depois do recesso escolar, sem mencionar os ares frescos de conhecimento emanado dos queridos professores do Curso.
                Volto cheio de energia para retomar minha jornada universitária como acadêmico que já compreende o significado do saber na Sociedade do Conhecimento e para o meu Projeto de Extensão, este que consolidou o editorial que agora você lê, bem como, o blog, as enquetes, e por falar em enquetes, já estamos com o artigo sobre Agricultura Familiar em processo finalístico e logo abriremos nova, com novos temas para desenharmos todas as informações a respeito dos assuntos que são de significado para a comunidade local e regional.
                    Agradeço pelos acessos no blog e peço que continuem todos irmanados pela causa da Educação Sustentável, um fator já de sobrevivência face as catástrofes ambientais.
                          E para finalizar, pensando nesse belo retorno a minha Casa URI, e a minha Família Ciências Biológicas:
“A alma é uma borboleta...
há um instante em que uma voz nos diz:
chegou o momento de uma grande
metamorfose...”
(Rubem Alves)

NORMATIVA PROJ.EXT./ C.B.-2011


IMPORTANTE:
      Enquete do blog retratou interesse da comunidade local e regional para dados informacionais sobre o tema: “RENDA SUSTENTÁVEL E AGRICULTURA FAMILIAR”. Fiquem atentos, pois estaremos lançando nova enquete para votação temática e mais... logo esse editorial trará artigo sobre o assunto elencado como necessidade primeira no tocante a informações para a comunidade de abrangência desse meio de comunicação.

ACESSEM, PARTICIPEM:
projbio.blogspot.com

quarta-feira, 6 de julho de 2011

V MOSTRA DOS PAINÉIS DE ESTÁGIO CURRICULAR II: Uma experiência única de aprendizagem para o acadêmico de Ciências Biológicas.

                Jéferson Martins¹
 Rodrigo Dalosto Smolareck²
Ana Cristina Sapper Biermann
               A V Noite dos Painéis realizada na última quinta-feira, dia 30 de junho, foi um sucesso, uma demonstração do quando o campo das Ciências Biológicas é vasto e rico se tratando de atuação profissional.
                O evento foi organizado e coordenado pelos acadêmicos do VII semestre do referido Curso, com a supervisão efetiva da Coordenadora, Professora Ana Cristina Sapper Biermann e o Professor Orientador Rodrigo Dalosto Smolareck, grandes profissionais da educação que estão à frente das ações de fortalecimento dos processos de discussão acerca da identidade docente do profissional biólogo e suas  responsabilidades com os princípios da Educação Ambiental. 
     Estive lá como acadêmico, me emocionei confesso, e preciso registrar que na cerimônia de abertura estiveram presentes o Diretor Geral da URI-Campus de Santiago, Professor  Francisco Assis Gorski, a Diretora Acadêmica, Professora Michele Noal Beltrão e o Diretor Administrativo, Professor Jorge Padilha Santos, os quais, juntamente com a Professora Ana Cristina Sapper Biermann, descerraram o quadro pintado pelo artista plástico Flávio Dapieve. A tela de arte, doada pelo artista, ao Curso de Ciências Biológicas, marcou o fabuloso momento, a arte recebeu o nome de “Florestas: Caminhos, Força e Sabedoria”, em celebração ao Ano Internacional das Florestas (2011). Os trabalhos expostos no formato de banner e apresentados pelos alunos na Noite dos Painéis foram resultantes das experiências de estágio vivenciadas na disciplina de Estágio Curricular II, com Grupos Culturais Diferenciados em âmbito inclusivo.

                Mais uma vez o Curso de Ciências Biológicas marca presença no Vale do Jaguari!  Quanta felicidade...
¹ Acadêmico/ bolsista do Curso de Ciências Biológicas da URI- Campus de Santiago, e-mail:jeferson@urisantiago.br
² Professor especialista do Departamento de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago, e coordenador do projeto, e-mail: profrodrigo@urisantiago.br
Professora mestre do Departamento de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago, e vice-coordenadora do projeto, e-mail: anacristina@urisantiago.br





 

terça-feira, 28 de junho de 2011

PROJETO DE EXTENSÃO LANÇA A PRIMEIRA ENQUETE EM SEU BLOG OFICIAL

Jéferson Martins¹
 Rodrigo Dalosto Smolareck²
Ana Cristina Sapper Biermann

               
              O Projeto de Extensão “Ciências Biológicas da URI: Sentinela informando a comunidade” lançou essa semana a primeira enquete que dará elementos temáticos para a elaboração dos artigos informacionais que serão apresentados nesse editorial: escritos pela supervisão da coordenação do referido, bem como, dos professores das de discussão eleitas pelos apontamentos dos internautas que acessarem o blog e votarem estes, servirão de suporte para iniciativas sustentáveis.  
                A periodicidade da apresentação dos temas para a votação será de caráter quinzenal para que se faça a construção, a partir de levantamento de estudos acadêmicos, do artigo referente ao assunto eleito.

VOTE NO ASSUNTO DE SEU INTERESSE E VEJA NESSE BLOG  ESPECIALISTAS FALANDO SOBRE OS REFERIDOS:

TEMA 01: Renda Sustentável e Agricultura Familiar.
TEMA 02: O Novo Código Florestal.
TEMA 03: Coleta Seletiva de Lixo.
TEMA 04: Plantio de Eucalipto: Falando do Assunto.





"O Curso de Ciências Biológicas da URI está em festa: vários projetos de pesquisa e extensão estão em processo finalístico de aprovação e se voltam as áreas de Botânica, Ecologia, Recursos Hídricos, Biologia Empresarial e Formação de Professores em Ciências e Biologia."


¹ Acadêmico/ bolsista do Curso de Ciências Biológicas da URI- Campus de Santiago, e-mail:jeferson@urisantiago.br
² Professor especialista do Departamento de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago, e coordenador do projeto, e-mail: profrodrigo@urisantiago.br
Professora mestre do Departamento de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago, e vice-coordenadora do projeto, e-mail: anacristina@urisantiago.br



terça-feira, 21 de junho de 2011

EU OPTEI POR CIÊNCIAS BIOLÓGICAS NA URI: BIÓLOGO, A PROFISSÃO DOS NOVOS TEMPOS!

Jéferson Martins¹

Rodrigo Dalosto Smolareck²
Ana Cristina Sapper Biermann

          Escolher a profissão que vai desenhar nossa vida não é tarefa fácil. Mentem aqueles que dizem o contrário. Ingressei na URI – Campus de Santiago, no Curso de Ciências Biológicas no vestibular de verão do ano de 2011, logo, estou no  I semestre, aprendendo muito, inclusive sobre a suma importância do profissional biólogo e seus campos de atuação. Uma profissão próspera para esse novo tempo, tanto na compreensão preventiva quanto curativa se tratando do cenário ambiental.
        O Curso de Ciências Biológicas da URI- Campus de Santiago, além dos sete Núcleos de Formação Acadêmica que vão desde o Núcleo da Diversidade Biológica até o Núcleo da Formação Pedagógica , articulam-se com as demais atividades complementares ofertadas totalizando 3.740 horas: carga horária que dá ao egresso condições de exercer a docência em Ciências no Ensino Fundamental e Biologia no Ensino Médio, além de constituir habilitação técnica frente ao Conselho Regional de Biologia ( CRBIO) como Biólogo.  
       Minha escolha consciente por cursar Ciências Biológicas na URI- Campus de Santiago é justamente respaldada na sólida formação que nos é ofertada: doutores, mestres e especialistas propõe, de maneira ética e responsável vivências no ensino, na pesquisa e na extensão de maneira a alicerçar os conhecimentos apreendidos em sala de aula.
         Não fugindo a essa discussão vale lembrar que esse projeto é, um projeto de extensão, o qual deu ainda mais “vigor” a esse jornal que aposta em práticas e posturas sustentáveis.
Mas voltando a minha opção de formação cabe lembrar da distinta frase que conheço muito bem: “Biologia, mais que uma profissão, uma opção de vida”.
É nisso que acredito, e os opostos a essa ideia que fiquem bem longe de mim. 




Pense rápido: Qual é a melhor estratégia de sobrevivência descoberta pela espécie humana desde sua origem? E qual a tática que tem garantido a vida longa e próspera para as maiores instituições do Planeta? A resposta é a mesma, nos dois casos: adaptação. Desde que o nomadismo acabou, desde que o escambo deu lugar ao dinheiro, desde que estradas de ferro mudaram o mapa dos países, desde que o homem construiu, navegou e voou, adaptar-se é preciso. E isso vale tanto para a Biologia quanto para o mercado de trabalho.
             De tempos em tempos profissionais – assim como os organismos vivos - precisam reconhecer mudanças no ambiente e adapta-se às transformações que estão por vir , senão poderão serem destruídas por elas.
 ( Michelle Veronese- Jornalista e colunista do site administradores.com.br)





¹ Acadêmico/ bolsista do Curso de Ciências Biológicas da URI- Campus de Santiago, e-mail:jeferson@urisantiago.br
² Professor especialista do Departamento de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago, e coordenador do projeto, e-mail: profrodrigo@urisantiago.br
Professora mestre do Departamento de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago, e vice-coordenadora do projeto, e-mail: anacristina@urisantiago.br

terça-feira, 14 de junho de 2011

MUNICÍPIOS DINAMIZARAM AS SEMANAS DE DISCUSSÃO SOBRE MEIO AMBIENTE... E AGORA?

Jéferson Martins¹

Rodrigo Dalosto Smolareck²
Ana Cristina Sapper Biermann

Acompanhamos, nesse período que se fechou a articulação ímpar de cada município na organização de sua Semana Municipal de Meio Ambiente: Tudo muito bem pensado! Negociações devidas, parcerias feitas, logística dinamizada, público alvo definido e articulado, enfim, tudo minuciosamente “cartografado”, por fim, estruturado.
E depois do fato, ou melhor, evento acontecido, cabe perguntar: E AGORA?
Minha preocupação repousa na profecia histórica que trazemos conosco enquanto seres humanos: muito discurso e pouca ação é o que chamamos no meio acadêmico de “dicotomia”.
Penso que pelas sinalizações planetárias, advindas de tantos pontos geográficos urge a necessidade de sermos mais táticos no tocante a situação do ambiente. Acontece que “ler os sinais” é penas o primeiro passo, em seguida o “ posicionamento estratégico” o qual nos desafia a agirmos de maneira a pensarmos na prosperidade social partindo de ações sustentáveis. 
 Recordo-me, nessa ocasião das palavras de um pensador muito conhecido que passei a admirar  quando estudei seu entendimento de educação para a vida. Disse certa vez Paulo Freire: “Não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão.” Sua articulação reflexiva nos chama a responsabilidade de sermos sujeitos da avaliação crítica da ação que vamos desdobrando na vida que nos faz e se faz, todavia meu temor é que não estejamos fazendo nenhuma coisa nem outra, apenas brincando de ficar na vitrine e sustentar egos.
Tempos, tempos esses, que nos convocam para uma efetiva existência, para uma existência que não nos exime de comprometer-nos com os desafios que “acordaram” se tratando da preservação ambiental.


PARA PAULO FREIRE!

(...)não podemos aprender a nos fazer sujeitos do mais, do SER MAIS, senão escutarmos as árvores, os pássaros, os mil ecos que a Mãe Natureza nos oferta (...)




¹ Acadêmico/ bolsista do Curso de Ciências Biológicas da URI- Campus de Santiago, e-mail:jeferson@urisantiago.br
² Professor especialista do Departamento de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago, e coordenador do projeto, e-mail: profrodrigo@urisantiago.br
Professora mestre do Departamento de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago, e vice-coordenadora do projeto, e-mail: anacristina@urisantiago.br


terça-feira, 7 de junho de 2011

PROJETO DE EXTENSÃO CRIA BLOG PARA MAPEAMENTO DE TEMAS


Jéferson Martins¹

Rodrigo Dalosto Smolareck²
Ana Cristina Sapper Biermann


Criado no dia 29 de maio do corrente ano, o blog: projbio.blogspot.com além de contar com dezenas de acessos, já está servindo de referência  para interessados em informarem-se sobre Educação Sustentável. Essa prática faz parte do cronograma do Projeto de Extensão que dá assessoria técnica junto ao Jornal O Sentinella, uma vez que nessa fase o blog já se prepara para abrir enquetes de discussão apresentando um levantamento estatístico com temas que a comunidade local e regional apresentam como relevantes para a ampliação de seus conhecimentos, partindo, claro, do tema gerador: “Meio Ambiente e Sustentabilidade.”  
Além da possibilidade de comentários acerca das reportagens, você pode se inserir como seguidor, ou ainda através das redes sociais divulgar todas as demandas informacionais que o espaço oportuniza.
O jornal O Sentinella, nessa nova etapa entende que a educação para a sustentabilidade além de ser uma prática social  garante a possibilidade de se pensar em articulações efetivas no tocante ao gerenciamento das políticas públicas nas áreas de Educação Ambiental e geração de renda partindo dos princípios da cidadania motivada para a sustentabilidade.


Acesse, dê uma espiada, participe: projbio.blogspot.com 

Veja só o quanto somos criativos quando queremos salientar as diferentes possibilidades de pensarmos a palavra “NATUREZA”:


 “É triste pensar que a natureza fala e que o gênero humano não a ouve.”

“A prova de que a natureza é sábia é que ela nem sabia que iríamos usar óculos e notem como colocou nossas orelhas.”
“O mundo tornou-se perigoso, porque os homens aprenderam a dominar a natureza antes de se dominarem a si mesmos.”

E você, já parou para pensar em NOSSA CASA UNIVERSAL? Que sentido você dá a Ela?

¹ Acadêmico/ bolsista do Curso de Ciências Biológicas da URI- Campus de Santiago, e-mail: jeferson@urisantiago.br
² Professor especialista do Departamento de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago, e coordenador do projeto, e-mail: profrodrigo@urisantiago.br
Professora mestre do Departamento de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago, e vice-coordenadora do projeto, e-mail: anacristina@urisantiago.br

quarta-feira, 1 de junho de 2011

MUNICÍPIO DE UNISTALDA ASSINA TERMO DE COOPERAÇÃO COM O CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS


Jéferson Martins¹
 Rodrigo Dalosto Smolareck²
Ana Cristina Sapper Biermann

         A Coordenadora do Curso de Ciências Biológicas da URI - Santiago, Profª Ana Sapper Biermann, e o Assessor Pedagógico do Programa “A União Faz A Vida” e coordenador desse Projeto de Extensão, Prof. Rodrigo Dalosto Smolareck, estiveram no município de Unistalda, no dia 20 de maio, para realização do levantamento das necessidades na área da Educação Ambiental das escolas da Rede Municipal e Estadual de Ensino, bem como do próprio Governo Municipal representado pela Secretaria Municipal de Educação, esse processo só foi possível graças à assinatura de um TERMO DE COOPERAÇÃO que selou a parceria envolvendo todo o corpo acadêmico do Curso em ações de cunho sustentável junto à área de abrangência do município.
         Categorizaram-se as seguintes ações técnicas para serem desdobradas a partir do termo de cooperação: realização de oficinas nas escolas para professores, pais e alunos sobre Meio Ambiente, Sustentabilidade e Orientação Sexual, entre outras, desenho cartográfico de todas as trilhas ecológicas que podem ser postuladas no município, orientação técnica para a organização das Feiras de Ciências e, ainda, suporte no desdobramento das hortas e pomares escolares. Essas serão as práticas da primeira fase, a qual desencadeará outras demandas para a segunda etapa do trabalho, de responsabilidade dos acadêmicos e professores do Curso de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago. 

¹ Acadêmico/ bolsista do Curso de Ciências Biológicas da URI- Campus de Santiago, e-mail: jeferson@urisantiago.br
² Professor especialista do Departamento de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago, e coordenador do projeto, e-mail: profrodrigo@urisantiago.br
Professora mestre do Departamento de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago, e vice-coordenadora do projeto, e-mail: anacristina@urisantiago.br

domingo, 29 de maio de 2011

SEMANA SOLIDARIEDADE: AÇÕES, BOAS AÇÕES E ACOLHIEMENTO AO PRÓXIMO

  Jéferson Martins¹
 Rodrigo Dalosto Smolareck²
Ana Cristina Sapper Biermann           

                Estive presente junto com a professora Ana Cristina, com o professor Rodrigo e ainda, colega de Curso nas atividades da manhã do dia 21 de maio, na Praça Moisés Viana, na cidade de Santiago, nas atividades alusivas a Semana da Solidariedade promovida pela URI- Campus Santiago. No local, varias atividades e atrações aconteceram concomitantemente, dentre elas, transmissões ao vivo nas Rádios URI FM e Santiago, Campanha contra o Bullying, praticas preventivas sobre a Dengue e ponto coleta para doação de alimentos, de medicamentos dentro do prazo de validade, de livros, de agasalhos e de brinquedos, cujo destino são as Secretarias do Desenvolvimento e Secretaria da Educação e Cultura de Santiago.
                Durante a semana também aconteceram as Campanhas de Doação de Sangue junto ao Hospital de Caridade e ‘’Dê carona. Seja Solidário’’.
                Cabe salientar ainda o Jantar Baile de Aniversario da URI, o qual teve sua renda revertida para a EMEI Jovino Zambonato (o valor será investido na ampliação da estrutura física da escola), onde, na ocasião, houve a distribuição de mudas de Ipê Roxo e Aracá, nas mesas e na recepção do evento, a fim de incentivar o plantio de árvores.
                Fico reflexivo, perplexo, mas ao mesmo tempo feliz, pois observamos que o ser humano pode fazer movimentos fantásticos de apoio e promoção ao semelhante, tudo é uma questão de vontade, desejo, minha pergunta: O quanto nos comovemos diante do sofrimento e das necessidades elementares a vida de nossos irmãos?




Pensemos, pois...
‘’Se eu pudesse deixar algum presente a você, deixaria aceso o sentimento de amar a vida dos seres humanos.

A consciência de aprender tudo o que foi ensinado pelo tempo afora...
Lembraria os erros que foram cometidos para que não mais se repetissem.
A capacidade de escolher novos rumos.
Deixaria para você, se pudesse, o respeito aquilo que é indispensável.
Além do pão, o trabalho.
 Além do trabalho, a ação.
E, quando tudo mais faltasse, um segredo:
O de buscar no interior de si mesmo a resposta e a força para encontrar a saída. ’’
(MAHATMA GANDHI)

¹ Acadêmico/ bolsista do Curso de Ciências Biológicas da URI- Campus de Santiago, e-mail: jeferson@urisantiago.br
 ² Professor especialista do Departamento de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago, e coordenador do projeto, e-mail: profrodrigo@urisantiago.br
Professora mestre do Departamento de Ciências Biológicas da URI- Campus Santiago, e vice-coordenadora do projeto, e-mail: anacristina@urisantiago.br